Próximo jogo: FC Porto vs Benfica, Sábado ás 20h30 para a 24.ª jornada da Liga NOS no Estádio do Dragão
Bem vindo Dragão, 26 de Maro de 2019

Raça Dragão

Notícias Raça Dragão

FC Porto venceu o Nacional por 3-1 e aumenta vantagem no topo da Liga NOS 2018/19

Adicionado em: 07 de Janeiro de 2019 // Fonte: FC Porto

Imagem



FC Porto venceu o Nacional por 3-1 e continua a aumentar a vantagem no topo da classificação da Liga. O FC Porto venceu o Nacional por 3-1, garantiu o 18.ª triunfo consecutivo – igualando o melhor registo da história do futebol português – e continua a reforçar a liderança na Liga. Os campeões nacionais aumentaram a vantagem no topo da tabela classificativa pela terceira jornada consecutiva, passando de uma diferença de dois para seis pontos, face a deslizes de adversários diretos.

Resposta firme da equipa portista antes do clássico frente ao Sporting, no Estádio de Alvalade, que fecha a primeira volta do campeonato. Seguem-se quatro jogos – ou cinco, consoante o desempenho na Taça da Liga – fora do Estádio do Dragão.

Sérgio Conceição fez apenas uma alteração no onze do FC Porto, apontando em Mbemba para substituir o castigado Felipe. Yacine Brahimi, que saiu por lesão no jogo frente ao Desportivo das Aves, recuperou a tempo e acabou por ter um contributo decisivo para o triunfo frente ao Nacional.

No primeiro jogo no Estádio do Dragão em 2019, os campeões nacionais entraram melhor e ameaçaram desde cedo o golo. Ao sétimo minuto de jogo, Daniel Guimarães negou o 1-0 a Moussa Marega, após passe de Jesús Corona. Soares falhou a recarga.

No reencontro com o FC Porto, Costinha manteve a estrutura utilizada habitualmente pelo Nacional. Danilo lançou outra ameaça à baliza madeirense, na sequência de um canto apontado por Alex Telles, mas seguiu-se um período de quebra do ritmo de jogo e de resposta da equipa visitante.

Iker Casillas respondeu com qualidade a um remate de João Camacho (20m) e a equipa de Sérgio Conceição, reagindo à sensação de perigo, voltou a crescer. Destaque para um toque de calcanhar fantástico de Brahimi, ao minuto 25, abrindo caminho para o cruzamento de Jesús Corona. Júlio César antecipou-se e evitou a finalização de Marega.

A resistência do Nacional foi quebrada já após a primeira meia-hora. Mérito de Maxi Pereira a insistir pelo flanco direito, antes de servir Yacine Brahimi para a finalização com o pé direito do argelino. Maxi, saudado pelos companheiros de equipa após o 1-0, viria a estar igualmente ligado ao segundo golo do FC Porto. O uruguaio lançou Jesús Corona na direita e o público assistiu a mais um lance de génio do mexicano. Trabalho soberbo de Tecatito sobre um adversário, antes de cruzar para um belo cabeceamento de Tiquinho Soares (38m).

O FC Porto garantiu uma vantagem importante em apenas seis minutos mas tinha pela frente um dos melhores ataques forasteiros da Liga, como Sérgio Conceição fez questão de salientar na véspera do encontro. O Nacional, aproveitando uma desatenção portista, reduziu para 2-1 por intermédio de Rochez. Soares ainda esteve perto de novo festejo em dois lances – remate ligeiramente ao lado e golo anulado por fora-de-jogo – mas o intervalo chegaria com a diferença mínima no marcador.

A segunda parte começou um momento arrepiante (choque entre Rosic e o guarda-redes do Nacional), obrigando à segunda substituição forçada do lado madeirense. À saída, o defesa recebeu uma forte ovação dos adeptos azuis e brancos. Já perto da hora de jogo, Jesús Corona e Yacine Brahimi desenharam o terceiro golo dos campeões nacionais. O mexicano levantou para o argelino e este, depois de preparar o remate, bisou no encontro. Com missão cumprida, Brahimi seria substituído minutos mais tarde, entrando Adrián López para o seu lugar.

O FC Porto controlou os ritmos ao longo da etapa complementar sem perder de vista a baliza contrária. Moussa Marega, por exemplo, ficou muito perto do golo após um belo passe de Danilo. O Nacional também esboçou alguns ensaios, sem alterar o desfecho do encontro. Nota final para a estreia do reforço Fernando Andrade. 18.ª vitória consecutiva para os Dragões, vantagem reforçada na frente da Liga. Segue-se o clássico frente ao Sporting, no Estádio de Alvalade.



PARTILHAR PÁGINA

Raça Dragão - A vencer desde 1893 © 2017/2018
2+ Anos a oferecer conteúdos Portistas
Todos os direitos reservados

Nenhuma parte das publicações deste website podem ser reproduzidas, distribuídas ou transmitidas em todas as formas usando qualquer tipo de meio, incluíndo fotocópias, gravações ou outro tipo de uso electrónico, sem que para isso exista uma permissão por escrito dos donos desta plataforma, excepto em alguns casos de partilha permitida não comercial. Todos os dados desta plataforma estão protegidos pelas actuais leis em vigor. O Raça Dragão não aloja nenhum tipo de conteúdo em formato de vídeo e qualquer link que se encontre dentro deste website terá a responsabilidade das pessoas e/ou entidades que os representam.

Web Design, Alojamento Web e Programação
DSGDROPS®