Próximo jogo: Tondela vs FC Porto referente à 23.ª jornada da Liga sexta-feira dia 22 ás 21h15, no Estádio João Cardoso
Bem vindo Dragão, 23 de Fevereiro de 2019

Raça Dragão

Notícias Raça Dragão

O FC Porto já chegou a Itália para disputar a 1.ª mão dos oitavos de final da Liga dos Campeões 18/19 frente a AS Roma

Adicionado em: 11 de Fevereiro de 2019 // Fonte: FC Porto

Imagem



A comitiva azul e branca, liderada pelo presidente Jorge Nuno Pinto da Costa, já está na capital transalpina com 21 jogadores: Casillas, Vaná e Diogo Costa (guarda-redes); Maxi Pereira, Éder Militão, Diogo Leite, Bruno Costa, Hernâni, Brahimi, Óliver, Alex Telles, Herrera, Jorge, Adrián López, André Pereira, Danilo, Otávio, Felipe, Soares, Pepe e Fernando Andrade.

O FC Porto realizou esta segunda-feira, ao final da tarde, o treino de adaptação ao Estádio Olímpico de Roma, palco do duelo com a AS Roma, na 1.ª mão dos oitavos de final da Liga dos Campeões.

Sérgio Conceição fez esta segunda-feira a antevisão do duelo entre o FC Porto e a AS Roma, referente à 1.ª mão dos oitavos de final da Liga dos Campeões. Em conferência de imprensa realizada no Estádio Olímpico de Roma, o treinador portista abordou um confronto de máxima exigência para os Dragões, garantindo que a sua equipa está preparada para dar uma boa resposta em Itália.

Regresso ao Olímpico de Roma
Independentemente de tudo, do que fui aqui como jogador, do ambiente, que conheço, o meu foco está no que vamos encontrar amanhã, numa prova fantástica, onde historicamente o FC Porto está habituado a estar. Estamos focados em dar uma resposta positiva, independentemente do meu passado mais longínquo como jogador ou do passado mais recente da equipa.

A lesão de Marega e o castigo de Corona
Sou pago para encontrar soluções e não para estar metido nos problemas. As lesões fazem parte da trajetória das equipas e nunca me ouviram dizer que este ou aquele resultado não aconteceu por causa de esta ou aquela ausência. Se assim fosse, no ano passado não teríamos tido o trajeto que tivemos no campeonato e na Liga dos Campeões.

A experiência da equipa na Liga dos Campeões
Foi importante a experiência que este grupo teve no ano passado. São 180 minutos e temos de ser inteligentes na abordagem ao jogo, na estratégia, sermos fortes e sermos consistentes como equipa, sermos uma equipa sólida. O adversário está dentro de um quadro competitivo acima da média e tem semanalmente desafios interessantes, num campeonato exigente. Temos de estar à altura dessa exigência e estamos prontos para o desafio de amanhã.

As declarações de Lorenzo Pellegrini
Vi há pouco que o Lorenzo Pellegrini disse que o FC Porto não é um clube de topo europeu. De facto não é. É um clube de topo mundial! No fim, uma das equipas estará com certeza a esfregar as mãos e espero que essa equipa seja o FC Porto.

Preparação diária para os desafios
É importante a experiência na Liga dos Campeões, mas não é decisiva. A experiência, por si só, não vale nada. É preciso coragem, andamento. Preparamos diariamente a equipa para que esteja pronta para a Liga dos Campeões e para as competições internas.

Ir mais longe na Liga dos Campeões
O nosso objetivo é passar aos quartos de final. A Roma individualmente tem jogadores muito interessantes, é o terceiro melhor ataque do campeonato italiano, o que não é coisa pouca, num campeonato onde faz parte do ADN das equipas serem consistentes defensivamente. Temos de ser uma equipa sólida, agressiva. A chave passa precisamente por sermos uma equipa coesa defensivamente. Depois, cabe-nos ir à procura da baliza adversária e fazer golos, o que seria igualmente importante amanhã.

O castigo de dois jogos a Jesús Corona
Não sei como é que a UEFA avalia os comportamentos dos jogadores, ou como é que um presidente adivinha os sonhos dos jogadores. Não compreendo o castigo do Jesús Corona, que seria mais uma solução para nós. Seria importante ter o máximo de soluções possíveis para enfrentar estes oitavos de final da Liga dos Campeões.

O passado como jogador da Lazio
Não há sentimento especial por defrontar a Roma, por ter sido jogador da Lazio. Há um sentimento especial por ter ao peito o símbolo do FC Porto. Sinto todos os dias um orgulho imenso por representar este clube tão grande. Em relação às declarações do Totti, podem ter sido pela antipatia que tem em relação a mim, por eu ter ganho aqui seis títulos em dois anos. Não sei.

Foco no jogo de amanhã
Aquilo que é o meu foco é representar o FC Porto. Obviamente que entrando neste estádio, vêm-me à memória os anos na Lazio como jogador e os títulos que ganhei. É especial vir à cidade de Roma e por vezes encontrar e partilhar com os adeptos da Lazio momentos que foram únicos. Mas o meu foco está claramente no jogo de amanhã e no que podemos e devemos fazer para conseguir um bom resultado.

Marcano pouco utilizado na Roma
Treinei o Marcano no ano passado, sei que é um excelente profissional e um ser humano fantástico. Não faço ideia porque é que não se está a afirmar aqui em Itália. Pelo que conheço tem qualidade para jogar em qualquer equipa de Itália. Tenho o Marcano como um jogador acima da média.



PARTILHAR PÁGINA

Raça Dragão - A vencer desde 1893 © 2017/2018
2+ Anos a oferecer conteúdos Portistas
Todos os direitos reservados

Nenhuma parte das publicações deste website podem ser reproduzidas, distribuídas ou transmitidas em todas as formas usando qualquer tipo de meio, incluíndo fotocópias, gravações ou outro tipo de uso electrónico, sem que para isso exista uma permissão por escrito dos donos desta plataforma, excepto em alguns casos de partilha permitida não comercial. Todos os dados desta plataforma estão protegidos pelas actuais leis em vigor. O Raça Dragão não aloja nenhum tipo de conteúdo em formato de vídeo e qualquer link que se encontre dentro deste website terá a responsabilidade das pessoas e/ou entidades que os representam.

Web Design, Alojamento Web e Programação
DSGDROPS®