Final do jogo o FC Porto venceu a lampionagem por 3-1, estão todos com um melão enorme, o Porto é finalista da Taça da Liga.
Bem vindo Dragão, 22 de Janeiro de 2019

Raça Dragão

Notícias Raça Dragão

Sérgio Conceição projetou o jogo frente ao Nacional, da 16.ª jornada da Liga NOS 2018/19

Adicionado em: 06 de Janeiro de 2019 // Fonte: FC Porto

Imagem



O Nacional é o adversário no primeiro jogo no Estádio do Dragão em 2019, em jogo referente à 16.ª jornada da Liga (segunda-feira, 21h15, Spor TV). Na antevisão da partida, onde os Dragões procuram chegar às 18 vitórias consecutivas e igualar o recorde alcançado por Jorge Jesus em 2010/11, Sérgio Conceição sublinhou a importância de garantir os três pontos, diante uma equipa madeirense que vive o melhor momento da temporada, tendo vencido quatro dos últimos seis encontros disputados.

A equipa portista entra para esta jornada na liderança isolada do campeonato, com 39 pontos, mais cinco que o Sporting. Já o Nacional encontra-se no 10.º lugar, igualado pontualmente com o Rio Ave, com 19 pontos.

Melhor fase do Nacional
Percebemos que esta talvez seja a melhor fase do Nacional na temporada, não só nos resultados, mas também na forma como tem estado dentro de campo. É a equipa que tem mais golos fora, a par do Benfica, e isso é sinónimo de uma equipa que procura sempre atacar a baliza adversária. Estamos atentos a essa dinâmica no processo ofensivo do Nacional, mas temos de trabalhar para criar mossa e desequilíbrios no outro lado do campo. Temos de assumir o protagonismo do jogo para garantir os três pontos.

Janeiro e o longo mercado
Já tive oportunidade para falar disto, não gosto deste mês. Falamos durante muito tempo sobre o mercado, onde as equipas procuram fazer ajustes e encontrar algmas soluções, que causam alguma instabilidade nas equipas. Isto foi discutido no fórum da UEFA, acho que é demasiado tempo para o mercado estar aberto em janeiro. Há situações excecionais, graças a lesões ou outras razões, mas, sinceramente, acho que uma semana chegaria perfeitamente. Estamos numa véspera de jogo, e tudo o que eu dissesse sobre o Pepe, amanhã teria maior importância do que aquilo que realmente interessa, o jogo de amanhã.

Reforço Fernando e a lesão de Brahimi
É um jogador com características que eu aprecio e quero para a equipa, pode jogar diferentes posições, tanto a avançado como mais descaído na esquerda. Adaptação? Nós vemos os grandes tubarões a irem buscar jogadores que entram logo nas equipas. No FC Porto, nós vamos buscar soluções, alternativas, para aqueles que normalmente jogam. O Brahimi treinou condicionado hoje, ainda não temos a certeza se estará disponível para amanhã. Vamos ver como estará amanhã.

O reencontro com Costinha
As últimas gerações têm fornecido bons treinadores, bons dirigentes. Lembro-me da minha equipa da Lazio, grande parte daquele plantel ou é treinador ou dirigente. É com grande gosto que vejo isso, porque isso representa que essa geração não era só composta por bons jogadores, mas também por pessoas que querem continuar no mundo do futebol, que querem aprender. O Costinha fez um excelente trabalho no Nacional no ano passado. É sempre especial e certamente o irei cumprimentar no final do jogo. Espero estar mais feliz do que ele.

Vencer rumo a Alvalade
É sempre importante vencer. Já tive oportunidade de falar sobre isto, estamos sempre focados naquilo que temos de fazer, no nosso jogo e nos três pontos. Agora, no que toca aos adversários, estamos atentos ao que estão a fazer, mas não vivemos em cima disso, vivemos sempre naquilo que é o nosso trabalho e daquilo que podemos fazer dentro de campo para alcançar os três pontos, e é isso que realmente importa.

Mudança no Benfica
O Rui Vitória teve o seu percurso no Benfica, mas já é passado. Tem que se dar mérito pelos títulos que conquistou, mas a partir deste momento o Benfica tem um novo treinador. Um jovem treinador, que já demonstrou na formação que tem capacidade, mas ele tem a sua vida no Benfica e nós temos a nossa, não há mais nada a dizer.

As vitórias consecutivas e o recorde
Se eu disser 25, e a 26.ª? O que nos move é ganhar, não é um simples recorde. Não há um número que eu desejo ter, quero sempre a próxima. Em relação ao Jorge Jesus, nestas entrevistas que ele deu, que foram várias, não se lembrou de dizer que ganhou 18 jogos seguidos. É estranho, porque ele gosta sempre de relembrar as pessoas sobre realçar aquilo que faz bem (risos). O importante não é igualar ou bater o recorde, é ganhar jogo a jogo e continuar o bom momento.

O possível regresso de Aboubakar
Foi uma boa notícia ver o Aboubakar pisar o relvado mais cedo do que esperávamos, mas ainda é muito cedo para pensar num possível regresso. O processo de recuperação vai acelerando em certos momentos, outras vezes estagna, mas estamos sempre com ele, esta época e na próxima.

A ausência de Felipe
A escolha cairá entre o Mbemba e o Diogo Leite, o Chidozie tem menos hipóteses de jogar porque jogou ontem pela equipa B. Um deles fará dupla com o Éder Militão. Houve uma pequena preocupação sobre as bolas paradas, mas sinto-os preparados no que toca à dinâmica de jogo e prontos a ajudar a equipa no próximo jogo.



PARTILHAR PÁGINA

Raça Dragão - A vencer desde 1893 © 2017/2018
2+ Anos a oferecer conteúdos Portistas
Todos os direitos reservados

Nenhuma parte das publicações deste website podem ser reproduzidas, distribuídas ou transmitidas em todas as formas usando qualquer tipo de meio, incluíndo fotocópias, gravações ou outro tipo de uso electrónico, sem que para isso exista uma permissão por escrito dos donos desta plataforma, excepto em alguns casos de partilha permitida não comercial. Todos os dados desta plataforma estão protegidos pelas actuais leis em vigor. O Raça Dragão não aloja nenhum tipo de conteúdo em formato de vídeo e qualquer link que se encontre dentro deste website terá a responsabilidade das pessoas e/ou entidades que os representam.

Web Design, Alojamento Web e Programação
DSGDROPS®