Próximo Jogo: Santa Clara vs FC Porto, Sábado (20h30), no Estádio de São Miguel, nos Açores, 13.ª jornada Liga NOS
Bem vindo Dragão, 15 de Dezembro de 2018

Raça Dragão

Vídeos Raça Dragão

Parabéns Sérgio Conceição pelos teus 44 anos e por tudo o que representas para nós

Adicionado em: 15 de Novembro de 2018 // Fonte: Youtube Pedro Carvalho



Vídeo de celebração do aniversário do nosso actual treinador, Sérgio Conceição faz 44 anos e o FC Porto lançou um vídeo para celebrar o seu aniversário, deixamos aqui esse vídeo para que partilhem e vejam.

Biografia de Sérgio Conceição:

Sérgio Conceição (Coimbra, 15 de novembro de 1974) é um ex-futebolista português e treinador de futebol. Depois de ter iniciado a sua carreira futebolística na Académica e ter passado igualmente pelas camadas jovens do FC Porto, foi emprestado ao Felgueiras, equipa na altura da I divisão, para ganhar experiência. Na temporada 1995/1996, com apenas 21 anos, destacou-se como um dos melhores elementos da equipa de Felgueiras, tendo actuado em 30 desafios, marcando quatro golos.

Sérgio Conceição, que tanto jogava a extremo-esquerdo como extremo-direito, foi assim chamado de novo ao FC Porto. Treinado por António Oliveira, assumiu-se como titular indiscutível da equipa que se sagrou campeã em 1996/1997. Na época seguinte, foi ainda mais influente marcando oito golos no campeonato, que o FC Porto voltou a ganhar, conquistando ainda a Taça de Portugal ganha ao Braga.

As boas exibições de Sérgio Conceição valeram-lhe a transferência para o campeonato italiano por 10 milhões de euros, um dos mais ricos e competitivos da Europa. Durante as temporadas 1998/99 e 1999/2000, o médio português representou a Lázio de Roma, um dos mais importantes clubes italianos. No primeiro ano venceu a Taça das Taças, uma importante prova europeia e marcando 5 golos em 33 jogos na Série A, e na segunda época o campeonato de Itália.

Na temporada seguinte, contra a sua vontade, o futebolista foi vendido ao FC Parma, clube mais modesto onde também se assumiu como titular. A sua cotação levou a que rapidamente, em 2001/2002, regressasse a um clube grande, no caso a Inter de Milão, onde permaneceu por duas épocas.

Regressado novamente a Lazio de Roma, acabando por rescindir, de acordo mútuo, o contrato com aquele clube e regressar a Portugal, assinando, desta vez, contrato com o FC Porto até ao final da época de 2003/2004, onde não foi muito feliz voltando a rescindir o contrato.

Assina por um clube belga, o Standard Liège, onde foi a principal figura da equipa e ganha a chuteira de ouro, sendo considerado o melhor jogador da época 2004/2005,tendo protagonizado um caso polemico de agressão a um arbitro dentro de campo do que lhe valeu uma punição de alguns meses derivado do seu arrependimento.

Depois de um episódio curto no Al Qadisiya da Arábia Saudita, depois de se ter transferido do Standard Liège na época de 2007/08, ele mudou-se para o futebol grego, indo então jogar para o PAOK, equipa treinada por Fernando Santos.

Em Novembro de 1996 Sérgio Conceição, pela mão de Artur Jorge, fez a sua estreia pela selecção nacional, num jogo em que Portugal ganhou 1-0 à Ucrânia. A partir daí, apesar de nem sempre ser titular, passou a ser convocado frequentemente para os desafios da selecção. O ponto alto da sua carreira na selecção aconteceu no Euro 2000, disputado na Bélgica e Holanda, quando fez um hat-trick, marcando aos 35, 54 e 71 minutos com que Portugal derrotou a Alemanha. Na qualificação para o Mundial 2002, Conceição marcou 4 golos sendo alguns decisivos. Mas na fase de grupos na Coreia do Sul não marcou qualquer golo e Portugal não chegou sequer aos oitavos-de-final.

Atualmente, regressa a casa só que, desta vez, com o papel de treinador principal do Futebol Clube do Porto, onde consegue o seu primeiro título num campeonato nacional ao vencer a Primeira Liga de 2017–18.



PARTILHAR PÁGINA

Raça Dragão - A vencer desde 1893 © 2017/2018
Todos os direitos reservados

Nenhuma parte das publicações deste website podem ser reproduzidas, distribuídas ou transmitidas em todas as formas usando qualquer tipo de meio, incluíndo fotocópias, gravações ou outro tipo de uso electrónico, sem que para isso exista uma permissão por escrito dos donos desta plataforma, excepto em alguns casos de partilha permitida não comercial. Todos os dados desta plataforma estão protegidos pelas actuais leis em vigor. O Raça Dragão não aloja nenhum tipo de conteúdo em formato de vídeo e qualquer link que se encontre dentro deste website terá a responsabilidade das pessoas e/ou entidades que os representam.

Web Design, Alojamento Web e Programação
DSGDROPS®